6 dicas para uma melhor interpretação na sua partida de RPG.

Olá leitores, já faz alguns dias que eu venho com a ideia desse post na minha cabeça, afinal de contas que mestre NUNCA teve problemas com jogadores e resolvem apenas rolar dados e esquecem de interpretar os seus personagens ? Sendo assim, o blog MundoRPG traz algumas dicas para haver mais interpretação na sua mesa de jogo. Espero que gostem.

Dica 1: Escolha bem seus jogadores

Eu acho que esse quesito o mais importantes de todos, afinal de contas é impossível interpretar quando se estar jogando com um cara totalmente sem noção e/ou um jogador apelão (mestre eu posso ser um ogro centauro fada com bônus de +10 em CA e um tacape que causa 10d100 de danos ?). O mestre deve escolher bem quem serão os jogadores, só assim ele poderá ter a interpretação desejada na sua mesa de jogo.

Dica 2: Preciso mesmo de miniaturas ?

Que as miniaturas melhoram muita a visualização de um combate isso não se discuti, mas até que ponto eles podem ficar ali sem atrapalhar a interpretação, até que ponto um jogador pode se apegar de mais ao o que ta vendo e esquecer de interpretar o seu personagem de forma adequada ? As miniaturas podem vim a acomodar de mais os seus jogadores então primeiramente você tem que ver se usar miniaturas no seu jogo vai ser realmente necessário, se a resposta foi SIM você deve ter em mente um jeito de usar as miniaturas sem atrapalhar a imaginação dos seus jogadores, o que eu recomendo é que você só use as miniaturas durante os combate, sim apenas durante os combates, na minha opinião é totalmente desnecessários varias miniaturas em momentos que você não estar combatendo. Usar miniaturas fora de um combate não vai deixar os jogadores tão acomodados.

Dica 3: O mestre também interpreta

Os jogadores são vão interpretar se o mestre interpretar, os mestre também deve interpretar talvez até mais que os jogadores e deve também encorajar os jogadores nas suas interpretações. O mestre não pode se acomodar e não queira interpretar só porque os seus jogadores não o querem, mesmo que ninguém esteja interpretando INTERPRETE, sim mesmo que NINGUÉM esteja interpretando.

Dica 4: “A partir do momento que vocês sentam nessa mesa, vocês são seus personagens”

A dica de numero quatro fala sobre um pequeno problema que alguns mestres enfrentam em suas mesas de jogo que é quando os jogadores falam um com os outros com os seus verdadeiros nomes, mas só que pedindo ajuda dentro do jogo, por exemplo, “ei pedro me ajuda com essa maldita nevoa, cara” vendo isso parece uma ação normal, tirando o fato de que pedro interpreta o guerreiro isak e estar em outra sala onde o seu personagem não está vendo nevoa nenhuma e nem sabe aonde o outro personagem estar. O mestre deve vetar totalmente esse tipo de ação, sim TOTALMENTE, NUNCA deixe um jogador falar com o outro, deixe um personagem falar com o outro.

Dica 5: “Só acontece se você interpretar”

Essa dica é a seguinte: Algo só acontece no mundo de jogo se for interpretado pelo jogador, por exemplo, ao invés do jogador dizer “eu pergunto a hora ao o senhor a minha frente” ele deve dizer “eu ando até o senhor na minha frente e lhe digo -por favor, que horas são ?”, qual dos dois exemplos você acha que tem mais interpretação ? Sendo assim o mestre também deve evitar muitas jogadas de dados entrecortadas por um “eu ataco ele”, por exemplo, ele deve fazer o contrario muita interpretação entrecortadas por jogadas de dado.

Dica 6: Jogador faça a sua parte.

Até agora eu só disse maneiras dos mestre manterem a interpretação nas suas aventuras, mas os jogadores também deves estar conscientes e fazerem a sua parte, não adiante o mestre querer manter a interpretação se os jogadores não estão nem ai para isso, essa parte depende muito da primeira dica. Igor “Omber” disse uma vez no portal RPG online: “Sempre entre em seu personagem, pense como ele, o que ele faria, seus motivos, seus propósitos. Não seja ‘você mesmo’ se seu personagem não for. Exemplo: Seu personagem odeia o personagem de um amigo seu, então, dar sinais da amizade de vocês ‘In-Game’ seria um erro de Interpretação.”

“Isso também vale ao ajudar seu grupo., afinal, se um personagem é egoísta e não tem tendência a ajudar, ele teria que ter um motivo muito bom para ajudar o grupo sacrificando seu próprio ganho; como um Ladino entregando um cajado que conseguiu a um Mago da mesma equipe sem pedir nada em troca ao Invés de vendê-lo, por exemplo.”.

Bem essas foram as minhas dicas, não sei se vão ajudar muito, mas talvez ajudem. No final de tudo o mais importante é que vocês se divirtam com seus personagens, e que o RPG seja uma atividade divertida, é como alguém disse uma vez (não me lembro exatamente quem foi, mas crio que tenha sido o Marcelo Cassaro) “RPG é para ser divertido, se não estiver sendo divertido você estar jogando errado”.

Anúncios

3 Respostas para “6 dicas para uma melhor interpretação na sua partida de RPG.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s