Como um suplemento para GURPS é feito ?

FONTE: PARAGONS

Paul Chapman, Diretor de Marketing da Steve Jackson Games colocou hoje no site oficial da editora um texto chamado “How a GURPS books is created?” um guia sobre como um suplemento de é produzido. É bem resumido mas nem por isto deixa de ser interessante para aqueles que desejem escrever suplementos oficiais de . A Steve Jackson Games até mesmo tem um wish list de suplementos que eles gostariam que fossem escritos.

Espero que gostem!

====================================================================

A pergunta surge de tempos em tempos: “Como é feito um suplemento de ?”. A resposta é um pouco grande demais para um FAQ, e muda de tempo em tempo (e dois editores não fazem as coisas exatamente da mesma forma). Este é o nosso processo, de uma forma geral.

  • Pedido – A editora (esta somos nós) e o autor entram em acordo sobre o tópico, prazo e número de palavras do projeto.
  • O primeiro esboço. Uma vez que o escritor finalize o primeiro esboço, nós avaliamos ele. Se ele tem problemas,nós o devolvemos para que ele seja reescrito. Se os problemas são pequenos, isto nos leva ao…
  • Playtest. Um grupo de dingos selvagens, er, fãs de , leem os esboços e dão retorno com suas opiniões, algumas vezes na forma de centenas(!!) de notas.
  • Segundo Esboço – O escritor pega o manuscrito e as pilhas de anotações, ambas vindas do editor e do playtest, e junta tudo isto em um segundo esboço.
  • Editando. O segundo esboço aceito é então colocado nas mãos do editor, que checa se as regras estão contra o canon, gramática, se a escrita esta conforme nosso estilo e o conteúdo antes da data limite. Como voce pode imaginar, isto pede uma grande dose de atenção e tempo, e esta é a razão de nós usarmos os Lasers Orbitais de Controle da Mente para…oops, esqueça.
  • Layout. De todos os processos envolvidos na criação de um suplemento de , este é o mais misterioso para mim. Fontes, diagramação, escolhas de cor e especificações das artes – é um monte de jargão estranho e acenos de mão incompreensíveis que eu não conheço. No final, entretanto, nós temos as palavras nas páginas, arrumadas de uma forma atrativa, com algumas imagens legais a ilustrar alguns conceitos.

Como voce notou neste ponto, nós ainda não especificamos qual o destino final deste livro. Ele poderia ser um capa-dura destinado a sua livrariam ou poderia ser um pdf para a e23. Isto é porque até este ponto todos os suplementos de são tratados virtualmente da mesma forma, a mesma atenção, as mesmas pessoas e os mesmos custos.

Deste ponto em diante os capa dura e os PDFs seguem caminhos separados.

Capas-Dura vão:

  • Contratação de gráfica. Este é o processo de transformar um arquivo em um livro impresso, junto com orçamentos e planejamento. Este é o estágio mais pesado em termos de formalidades e papelada, mas se você pegar atalhos durante ele…ah cara!
  • Imprimir. Atualmente, a tecnologia de impressão é um tiro ao alvo. Novas técnicas e equipamentos fazem com que pequenas tiragens fiquem prontas mais rápido e de forma mais economica.A falta de papel e o envio levam as coisas para o lado inverso. Assim quando voce acha que sabe como as coisas estão indo,  acontece uma falta de conteiners de envio, ou um país inteiro esta em feriado. Este estádio também é responsavel por aproximadamente metade dos custos de um livro!
  • Pedidos de distribuição. Voce já ouviu falar de distribuidoras, o vinculo entre editoras e revendas. Eles geralmente precisam saber o que virá com ao menos três meses de antecedência de receber o produto.
  • Envio e estocagem. Bem, aqueles pacotes tem que ir daqui para lá de alguma forma.

A publicação de PDF pula a maior parte destas etapas, o que mostra de um jeito bem óbvio porque eles são mais baratos, mais fáceis e mais rápidos de se fazer. Na verdade, uma vez que o manuscrito esteja pronto, resta apenas uma única etapa:

  • Criar o PDF. Isto é um pouco mais complexo do que parece, com a adição de bookmarks, e um pouco de bagunça com a papelada de produção.

Depois disto tudo, o livro esta pronto para ser comprado por voce, fã de .

Agora que você sabe como um suplemento de é feito… e o conhecimento é mal. Não, como é…”poder é metade de uma batalha?”. Ou seria “a ilusão é o conhecimento final”? Eu tenho conversado de mais com Phil, todos estes slogans dos anos 80 se derreteram no meu cérebro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s