Ser ou não ser um heroi?

FONTE: RPG do Mestre

Vemos nos quadrinhos, filmes, desenhos e seriados os nossos herois favoritos. Alguns não são tão heroicos, os famosos anti-herois. Mas toda pessoa com super-poderes terá que seguir as diretrizes de heroi e vilão. E o Anti-heroi, onde se encaixa nisso. Vamos começar tentando ver o que um heroi. Pelo dicionário um heroi é aquele que arrisca a própria vida ou morre por um ato nobre. Dano uma olhada pela net, vemos que um heroi, pode ser também, uma pessoa que reúne os atributos para superar de forma excepecional um problema de dimensão épica.

Ser ou não ser um herói?

Esta segunda é uma visão mais helenistica do heroi. Já que pela mitologia grega, um heroi é aquele capaz de realizar feitos épicos. Temos como exemplos Hércules, Aquiles, Ajax e outros. Todos eles demostravam grandes habilidades fisicas e até mentais. Mas acredito que heroi o conceito de heroi se encaixa mais com a versão do dicionário. Já que esta visão helenistica não consegue diferenciar herois de vilões.

Um heroi é, antes de tudo, alguém que coloca o bem estar alheio na frente de seu próprio bem estar. Assim não teremos apenas herois capazes de grandes feitos. Um bombeiro por exemplo ele é um homem comum (tá ele é mais extraordinário do que eu, mas tá tudo certo), mas capaz de arriscar sua vida para salvar a vida de pessoas dentro de um prédio em chamas. Tudo bem que esta pode até ser um visão um pouco romanceada desta profissão, já que vemos todos os dias que os ‘anti-herois’ e alguns ‘vilões’ se infiltraram nas instituições heróicas (isso já é outra história). Onde eu quero chegar é que você não precisa voar, ser filho de um deus, possuir poderes cósmicos, disparar rajadas ópticas ou se solta um peido atômico. O importante é o que você faz com suas habilidades, mesmo que elas não sejam nada sobre-humanas.

Ser ou não ser um herói?

Cheguei ao ponto que tenho que citar Homem-Aranha. “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades.” Aí está um grande exemplo de heroi dos quadrinhos. O homem aranha recebeu seus poderes e logo de cara viu que havia ali uma grande chance de ganhar dinheiro com seus poderes, assim ele entrou para a luta livre. Certo dia ele deixou um assaltante passar por que isso não tinha nada a ver com ele. Esse mesmo assaltante matou seu tio que o criou.

Bem, nesse ponto haveria duas vertentes para que o senhor homem aranha seguisse. Ele poderia se tornar um ‘mother fucker’ , usar seus poderes para vingar a morte de seu tio, matando qualquer batedor de carteira para descontar. Mas ele seguiu os ensinamentos de seu tio e usa seus poderes para ajudar as pessoas e evitando matar.

Só agora percebi que o justiceiro tem quase a mesma origem do homem aranha. Sua familia foi morta e ele começa a matar todos os bandidos. Então qual a diferença entre os dois. Primeiramente o Homem Aranha é um jovem que viveu sobre a tutela de seus tios, perdeu seus pais muito cedo. O Justiceiro é um militar, já viu a morte de perto e os terrores da guerra. Então podemos concluir que um heroi é formado por seu carater e, principalmente, por suas experiências (minha conclusão, podem discordar se quiserem).

Ser ou não ser um herói?

Voltando à definição de heroi. Vou continuar usando o exemplo do homem aranha (eu considero um dos maiores exemplos de heroi dos quadrinhos). Ele certamente coloca a necessidade dos outros a frente da sua. Nunca vi ele matando alguém (pelo menos não intencionalmente) e por muitas vezes vemos ele disposto a dar sua vida para salvar uma pessoa que ele nem conhece (tá certo que ele sempre se safa, mas o que conta é a intenção). E algumas vezes ele já ajudou até vilões que estavam fazendo alguma causa nobre.

Um anti-heroi por sua vez, é uma pessoa que inicialmente não está voltada para atos heroicos, mas por algum motivo, normalmente, seu próprio bem estar, ele vai contra os vilões. São vários exemplos em todas as formas de mídia e estes anti-herois hoje chegam a fazer mais sucesso que heróis. Outra forma de um anti-heroi agir é a sua negligência com as leis. Veja o caso do Justiceiro e do Wolverine. Ele não medem esforços para alcançar seus objetivos, matando quem ficar no seu caminho, sem o minimo de remorço. Estes não são atos heroicos, mas seu objetivo é algo que pode ajudar os inocentes.

Este tipo de comportamento dos anti-herois sempre faz com que os herois fiquem com raiva dele. Isso é muito comum nas revistas dos X-men onde vemos confrontos do Ciclope com o Wolverine, devido as mortes desnecessárias que o Wolverine causa.
E o vilão como surge? Continuando no universo dos mutantes da marvel, os X-men, temos o vilão Magneto. Ele deseja proteger a raça mutante, o que é uma coisa boa. Mas a custo da morte de milhões de humanos. para muitos mutantes ele seria um heroi, mas para a maioria da população ele é um grande filho da p#!@.

Ser ou não ser um herói?

Ser vilão deve ser parte alguma alteração mental. Da mesma forma que temos psicopatas e sociopatas que de nenhuma forma conseguem se curar. Então imagine o que um serial killer poderia fazer se possuisse poderes. Acredito que deve ser mais ou menos esse o caminho. Por isso eles devem ser tão magalomaniacos e autoconfiantes, devido a sua alteração mental.

O que acontece então quando os vilões se regeneram, é que na verdade eles não tiveram alguém que pudesse lhes indicar o caminho certo. Normalmente (acho que sempre) estes vilões redimidos não se tornam herois propriamente ditos, mas sim anti-herois. Como no anime Dragon Ball Z, onde temos o Vegita. Ou no YuYu Hakusho, onde temos o Hiei. Eles fazem boas ações, mas sempre por caminhos tortuosos.

Ser ou não ser um herói?

Mestre, não conte que seus jogadores irão ser sempre herois bonzinhos. O anti-heroi está muito mais na moda do que o heroi clássico. Então você deve ter cuidado ao dar a glória final para este tipo de jogador. Alguns clérigos e pessoas de boa índole (que possuam códigos de honra do heroi, honestidade, senso de dever com os inocentes e coisas do genero) podem não aprovar os métodos do ‘herói’.

Um exemplo:

“Ah, ele trouxe o tesouro de volta a nossa cidade!” – diz um dos moradores, referindo-se ao ‘heroi’.
“Mas ele torturou duas pessoas, para que elas lhe dessem a informação de onde ficava a Dungeon.” – diz o clérigo da justiça que acompanhou o grupo.

Então vemos que sim, o personagem pode ser heroico, mas suas ações podem irritar pessoas que seguem as leis e certos limites, como não matar, não enganar. Cabe ao mestre fazer com que os anti-herois sejam conhecidos por sua brutalidade, seu instinto assassino e não só por sua grande habilidade. Lembre-se disso ao dar reputação por alguns feitos a seus jogadores.

Aquele heroi realmente ficará incomodado se o seu caompanheiro anti heroi receber todos os louros pela missão e ninguém ficar incomodado pelo seu jeito de agir. Isso pode levar muitos herois a repensar seu jeito de agir, levando até a modificações em seu caratér. “Já que ninguém se importa que as pessoas morram, porque devo me controlar?”.

Ser ou não ser um herói?

Claro que isso vai de personagem para personagem e de historia para historia. Essas crises de consciencia (ou crises de falta de consciência) podem levar a ideias interessantes dentro das narrações, onde herois ou anti-herois começam a repensar no seu jeito de agir e tentam mudar. Note que isso não esta tão relacionado a pontos de experiência. Enquanto um personagem anti heroi estiver matando seus inimigos ele estará interpretando sua sanguinolência. Então isso não interfere no pós-jogo, e sim dentro da própria narração e história do personagem.

Minha dica final é: Preste atenção nas desvantagens de seu personagem e seu comportamento. Porque um personagem sanguinolento e malvado humorado vai ser conhecido como grande herói?Só porque matou mais inimigos? Isso não é atitude de heroi. Recompense o verdadeiro heroismo com status de heroi e aliados importantes. E os anti herois com status de guerreiro matador e pessoas que o seguem por respeito ou medo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s