Libertação: A historia de um Bruxo e uma guerra. Parte 3

Alguns dias depois no ministério da magia, os Libertadores convocaram uma reunião, sim, os Libertadores não eram procurados, afinal de contas não haviam cometido nenhum crime, não ainda. Você pode está se perguntando, e os oito trouxas que eles mataram? E eu lhes respondo: E quem disse que alguem encontrou corpos!? O que restou dos Libertadores, por volta de trinta Bruxos e Bruxas estavam sentados em cadeiras, acompanhando a reunião e um bruxo, como cabelos ruivos, olhos negros, pele clara, barba feita, 1,75m de altura, vestido com um manto preto, a veste padrão dos Libertadores, estava no meio do salão a frente da grande mesa do ministério, que estava com todos os ministro, o que já tinha alguns anos que não acontecia, ele olhava para o ministro chefe, o senhor Nobert Wise era ministro chefe já fazia 15 anos e nunca tinha visto todos os ministro reunidos, nunca.
-Nós temos que ir resgatá-lo, ele pode morrer lá, vocês são frios ao ponto de deixar um de nós morrer apenas para seguir suas regras mesquinhas- disse o bruxo que estava a frente dos Libertadores no momento, sua voz era grave e com um ar pesado, ar esse que já havia contagiado todo o salão.
Uma mulher sentada à direita de Nobert diz:
-Ele procurou isso, nós dissemos que ele não podia fazer aquilo, mas ele não nós escutou, novamente-
-E isso é motivo para deixá-lo morrer?- disse o bruxo.
Nobert o olhou com um olhar que apenas o mais carinhoso pai pode lançar sobre um filho, embora o bruxo não fosse filho de Nobert, e disse:
-Meu caro Marcus Oliver, você deve entender que não vale a pena arriscar tantos soldados do ministério, sem falar do segredo dos bruxos, apenas para salvar seu mestre- Marcus o olhou com um ódio enorme, se tivesse qualquer arma ali com certeza o teria matado apenas por aquelas palavras, mas estava sem a sua varinha e sua mente tinha assuntos mais importantes agora para cuidar. Ele falou alto e com muita raiva, ele gritava no ministério da magia
-Dane-se o segredo dos bruxos, danem-se as leis, as regras, vocês têm que salvar meu pai-
O Libertador Maior não era realmente o pai de Marcus, mas foi ele quem o salvou da morte. Os verdadeiros pais de Marcus tinham morrido ao tentar criar uma nova poção e Marcus ficou sozinho, até que um dia um homem o encontrou e o adotou, levando ele para a sua casa e ensinando a controlar os seus poderes de bruxo, era o Libertador Maior. Marcus era muito jovem quando seus pais morreram e não se lembra de muita coisa, mas logo aprendeu a chamar o Libertador de pai e adotou o seu sobrenome Oliver, Marcus é a única pessoa que sabe o nome do Libertador Maior, além do próprio, é claro.
-Nós temos que salvar ele, e nós iremos, com ou sem vocês. Meu pai estava certo, o ministério não passa de um bando de burocratas sem sentimento que só se importam em manter os bruxos escondidos do mundo- Marcus fala com um tom de total reprovação e se retira, os outros Libertadores vão atrás dele. Marcus olha para traz, bem nós olhos de Nobert Wise e diz:
-Um dia vocês ainda irão se arrepender do que estão fazendo-
Antes de eles chegarem à porta, ouvem que alguém tinha chegado per meio das lareiras, o pó de flúor ainda é bastante usado para o transporte, era os atuais diretores das mais novas escolas de magia existentes no mundo, a escola para garotas Fowitches situada em uma ilha na costa noroeste da Inglaterra e a escola mista de Stropoint que fica situada muito longe da Inglaterra, mas é considerada inglesa pelo ministério. A senhorita Flora Smelood, diretora da escola Fowitches o senhor Gregory Severeat Diretor de Stropoint chegam ofegantes e desesperados, Gregory diz:
-Ministro Nobert… Trou… T… T… Trouxas atacaram Stropoint e Fowitches-
Nobert faz uma cara de grande espanto, não é para menos, isso significava que as ultimas palavras de Marcus eram verdade, eles ia se arrepender de não ter ido salvar o LM…
Marcus olha para traz e diz apenas
-Começou…

Anúncios

2 Respostas para “Libertação: A historia de um Bruxo e uma guerra. Parte 3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s