Aventuras Solos, você se lembra?

Bom gente, sou Francisco Ziewiski o mais novo postador ^^’

Bom gente,essa é minha primeira postagem,espero que gostem \o/.

solosCertamente aqueles que são mais velhos no RPG, lembram das aventuras solos que vinham em algumas revistas como a antiga Dragão Brasil. Bem, o fato é que poucos conhecem ou tiveram a oportunidade de pegar nas mãos, os livros-jogos da coleção Aventuras Fantásticas, publicados pela editora Puffin Books, Penguin Books Ltd, que no Brasil tem os direitos mantidos pela Marques Saraiva Gráficos e Editores S.A.
Os jogos tem como seus criadores Ian Livingstone e Steve Jackson. Para os que não sabem do que eu estou falando os livros jogos são historias onde o leitor decide os acontecimentos da trama, bem parecido com RPG, mas que difere por ser um livro jogado apenas pelo leitor.

O leitor ou jogador, como preferirem, precisa apenas de dois dados, lápis e borracha para combates contra monstros que surgem durante a aventura e para testes de habilidades. Para tornar a coisa ainda mais parecida com o RPG, existe uma ficha onde se anota os equipamentos, poções, itens e pontos de vida.

Os prós e os Contras

Pros: Ótima leitura para um sábado chuvoso onde todo seu grupo de RPG faltou, pois com os livros-jogos você tem que contar somente com você mesmo para se divertir. O sistema é fácil, sem regras complexas. Os livros que li, não foram muitos, tem ótimas histórias no estilo D&D, com direito a masmorras, armadilhas, goblins, feiticeiros, poções de cura e tudo mais que se encontra em uma típica aventura de Dungeons & Dragons.

Também não necessita de livro do jogador, do mestre ou dos monstros. Tudo que você precisa é o livro-jogo, dois dados de seis faces, da ficha do seu personagem e SORTE.

Contras: Apesar da simplicidade do combate, isso às vezes pode ser um incomodo para os jogadores que gostam de combos e poderes para seus personagens, pois o jogo conta com um sistema de luta bem simplório. Outro problema é que o tempo de jogo ou leitura, não é fixo. Tudo vai depender de quão longe o leitor conseguirá chegar. Pegando como exemplo, a primeira vez que eu joguei, foi por uns 15 minutos, pois morri logo de começo. E o maior problema em minha opinião é o fato dos livros serem difíceis de encontrar, pois pararam de ser publicados há muito tempo.

Para quem não consegue entender como se joga o livro, vou mostrar um trecho do o Calabouço da Morte, uma das historias clássicas de Dungeons:

Você olha para baixo e vê os corpos esparramados dos guardiões voadores imóveis no chão. Então, começa a forçar o olho de esmeralda do ídolo para retira-lo com a ponta da espada. Finalmente ele se solta, e você fica surpreso com o peso da jóia. Esperando que possa ser útil mais tarde, você o coloca na mochila. Se quiser agora retirar o olho direito vara pagina 140. Se preferir descer do ídolo, vá para 46.

Você tenta forçar o olho de esmeralda com a ponta da espada, procurando enfiá-la por baixo dele. Para sua grande surpresa, ele se despedaça com o contato, soltando um jato de gás venenoso direto no seu rosto. Você desmaia e cai para trás, chocando-se contra o ídolo varias vezes ate parar no chão de pedra. Sua aventura termina aqui, você morreu.

Este é apenas um trecho do livro que eu peguei aleatoriamente e para o meu incrível azar, consegui morrer.

Então fica minha recomendação para todos aqueles que não podem jogar RPG como eu, que mudou de cidade recentemente e não tem um grupo de jogo ainda, pode matar a vontade um pouquinho jogando os livros-jogos que traz algo semelhante a RPG para uma pessoa.

Postado por:Francisco Ziewiski

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s